SAPPHO DE LESBOS

De 20 de abril a 29 de junho

1

 

Com direção de Patricia Aguille. As atrizes Naomy Schölling,Raissa Peniche,Helena Magon e mais  10 atrizes encenam os últimos dias de vida de Sappho de Lesbos e o romance com sua aluna Atthis. Com poesias musicadas e danças o espetáculo leva o público a um ambiente onírico e sensorial inundado de erotismo

É tempo das Tesmofórias. O ambiente é insólito. Oferecem-se grãos as deusas. As vozes transpiram poesia. Ouve se falar de amor. A percussão acelera os movimentos. Tudo é feminino. Nas Tesmofórias as mulheres ousavam aventurar-se pelas profundas fendas da terra, habitadas por divindades ctónicas. Nesses rituais orgiáticos celebravam-se sexualidade e fertilidade.
As Tesmofórias eram exclusivamente femininas e celebravam os antigos ritos menstruais e para relembrar o sagrado mistério da semente da terra e de seus próprios corpos.

Esta é a Grécia que evocamos em Sappho de Lesbos: uma Grécia arcaica e irracional que foge aos clichês das flautas e vestes brancas. No século VI a. C. quando viveu Sappho, a cultura da ilha de Lesbos era primitiva, tribal e sombria (podemos imaginá-la muito mais parecida a Ásia neste período ou ao norte da África), por isso a percussão e música lírica contrapõe-se para ambientar essa montagem erótica, onírica e ritualística da mítica Sappho de Lesbos, a maior personalidade feminina da antiguidade clássica e a primeira grande poetisa.

Em Lesbos, Sappho dirigia uma escola para jovens gregas da aristocracia. Nesse círculo feminino  iniciava-as nas artes da poesia, música, dança e amor. Em toda região da Lídia não havia escola melhor. As mulheres eram ativas, independentes e aptas a formar as novas gerações do Peloponeso. Logo a mulher, que, na Grécia era tida como cidadã de segunda classe – vale lembrar que isso era distinto no círculo de Sappho e suas rivais também poetisas e contemporâneas.

Andrômeda dirigia uma escola rival e é para seus braços que vai Atthis, o grande amor de Sappho e grande inspiradora de sua obra e que deixa a heroína sofrendo amargamente. Atthis era sua aluna mais amada e sua despedida é recriada em cena. Atthis hesita, pois ainda ama a mestra, mas sua ambição faz com que deseje superá-la.

A juventude e beleza afastam-se de Sappho que se sente traída pela deusa a quem oferecera tantos cânticos e danças: Afrodite. Sappho não sabe que caminho seguir, até  que uma sábia sacerdotisa invoca Perséfone que poderá salvá-la, levando-a para além dos quatro elementos terrestres, para a Eternidade. Nessa Lesbos reinventada , as vozes das mulheres  multiplicam-se para dar forma ao desespero e fragilidade que se apoderam de Sappho.

O texto é composto dos fragmentos da obra de Sappho encontrados em papiros que envolviam múmias de crocodilos em Elefantina no Egito no sec XIX. Os cânticos de Sappho na montagem da Chevaux-Légers foram musicados,
pela cantora lírica e atriz Naomy Schölling.

A dança também é um importante elemento nessa montagem, afinal a escola de Sappho inspirou a escola da própria Isadora Duncan. Não poderíamos esquecer desse elemento tão importante; a poesia de Sappho também é dançada com leveza pelas atrizes que dançam com suavidade a coreografia do bailarino Davi Tostes.

A peça transcorre-se entre a Terra, o Hades e o Olimpo. A deusa Perséfone habita o Hades e a Terra, a deusa Afrodite, o Olimpo e a Terra. Afinal o Hades é sombrio e profundo. O público tem a chance de conhecê-lo dividindo seu espaço com as divindades das fendas da terra.

No Olimpo a visão do espetáculo é perfeita, tudo está em equilíbrio, toma-se Hydromel. É a morada de Zeus. Na Terra o público senta-se onde normalmente se senta no teatro, afinal estamos na terra com os mortais.Quartas-feiras, às 21h.
De 20 de abril a 29 de junho.
No Espaço de Satyros 2 – Praça Roosevelt, 134.
Tel 3258- 6345.

Equipe OS NATURISTAS

Encontro naturista no Goiasnat

Fique em contato com a natureza, dias 28 e 29 de maio de 2011

 

1

 

O Recanto Paraíso Goiasnat é o novo e único empreendimento do Centro-Oeste voltado exclusivamente ao público Naturista. Atualmente em regime de “soft-opening” (abertura gradual) conta com área de floresta preservada, trilhas temáticas, local para meditação em meio a uma mata exuberante e águas cristalinas, piscina, quadra de voley, futebol de areia, estrutura de cozinha, área social, área para camping e chalés confortáveis em meio às árvores típicas do cerrado Goiano.

Em local privilegiado e de fácil acesso, próximo ao que há de melhor na gastronomia “caipira”, localiza-se a 3 km. da típica cidade turística rural de Bela Vista de Goiás e a 40 km de Goiânia. Administrado pela Associação Goiana de Naturismo, o Goiasnat, a Pousada Paraíso Goiasnat está filiada a Federação Brasileira de Naturismo (FBrN) e segue o Código de Ética Naturista, vinculado a International Naturist Federation (INF).

 

Sinta-se ao natural, no Paraíso Goiasnat. Contato real com a Natureza, Piscina, fogueira, trilhas, águas cristalinas, sinuca, vôlei, jogos interativos e muito mais…

 

Informações Gerais:

 

Júnior ou Viviane 62 9181 3729

 

Diretoria do Goiasnat  62 9181 3729

secgoiasnat@gmail.com

www.goiasnat.com.br

Jornal Olho Nú

 

Equipe OS NATURISTAS

Aventuras Naturistas

O mergulho no lago

1

 

Saiba que os jovens de nossas escolas e bairros estão em toda parte, eles estavam lá durante reuniões familiares, no passeio com familiares, o bonito, sorriso dos primos, os quais, ao longo de várias temporadas, eles se tornaram maravilhas milagrosas, e objetos de mistério.

Às vezes, se tivérmos sorte, se a estação permitir, podemos ve-los sem as suas roupas, falsos protestos geralmente precederam o evento, nadar nu no sitio da familia. Jogos de “mostrar o meu” explodiu em acessos de estupidez dos que são contra),  agora os são a favor eram elevados a novos patamares em tais momentos, o que raramente nos deixam de vir  a memória.

E hoje nas fazendas, ao longo dos rios, nas praias, nos campos verdejantes de, a menina ainda vai partilhar os seus segredos. É o mesmo ritual a cada geração. O pânico fabricado com a idéia de ficar nu, os gritos, o lento revela, a adaptação súbita de consciência que se encontram pendentes idade adulta, cheia de suas ameaças e promessas.

O mergulho nú  é um potente recarregador de energia, ainda não experimentou? o que esta esperando?

 

Equipe OS NATURISTAS

 

Ser Natural

Nudismo ou Naturismo?

sn1

 

Na verdade, uma coisa não implica a outra pois o nudista pode não ser naturista e o naturista pode não fazer nudismo.

Mas se for para ser uno com a Natureza… nu é ser natural.

Não se trata de um guia sobre como se tornar Naturista, mas sim de um livro que lhe mostra as razões de ser Naturista, adequado a todos os que pretendem saber mais sobre o Naturismo quer sejam praticantes, curiosos ou mesmo contra esta filosofia de vida.

A evolução da atual visão do Naturismo no mundo e em Portugal, bem como a legislação em vigor e um pequeno roteiro naturista nacional, entre outras temáticas relacionadas, fazem parte deste livro para que possa desfrutar em pleno do seu corpo e da Natureza.

Com prefácio de Pedro Laranjeira

José Luís Vieira, nascido em Setembro de 1968, autor de dois guias sobre esportes de lazer, vem agora, com Ser Natural, trazer até ao leitor o porquê de ser Naturista.

A curiosidade que o Naturismo lhe suscitou leva o autor a procurar toda a informação disponível sobre este tema, tal como acontecera já nos seus anteriores trabalhos: a busca de
informação de modo a conhecer os temas do seu interesse e sobre eles formar uma opinião mais concreta.

Encontrar informação dispersa, incompleta e por vezes até mesmo desinformação, fez com que nascesse a ideia de condensar num livro os conhecimentos adquiridos para colocar à disposição de todos aquilo que é o Naturismo.

Ao mesmo tempo que escrevia o livro descobre que afinal era Naturista sem o saber, pois movia-se já pelos valores que o Naturismo defende. O contacto pleno com a Natureza vem por acréscimo e chega naturalmente.

 

Apresentação pública prevista para o Dia Mundial do Naturismo

 

Equipe OS NATURISTAS

A Arte do Nú por André Brito

Sensualidade a preto e branco
ab1
 As suas imagens a preto e branco contam histórias de sintonias de luz em linhas de corpos anónimos, perfeitamente delineados. Nos olhos tem o plano e a perspectiva, das mãos sai o clique perfeito que regista a sensualidade à flor da pele. Apaixonado por fotografia desde que se lembra, faz dela o seu modo e razão de existir: chama-se André Brito e o seu trabalho não precisa de descrições, apenas de um olhar mais demorado.
ab2

Nasceu no Porto, em 1972, e a ligação com a fotografia vem da infância, do pai, com quem aprendeu os princípios básicos da arte. Quando este faleceu, herdou as suas máquinas fotográficas e, desde então, nunca mais parou de fotografar – e fotografava tudo. Depois de concluir os estudos decidiu conciliar duas das suas paixões: a fotografia e o mergulho com escafandro autónomo. Numa questão de meses, a fotografia subaquática possibilitou-lhe uma enorme evolução, em termos técnicos, devido às exigentes características da iluminação artificial.

ab3

Em 2003 surgiram os trabalhos de nus: em estúdios improvisados com candeeiros de halogéneo, cartolinas a servir de reflectores e modeladoras e caixas de luz feitas com caixotes de papelão. Só em 2005 comprou, finalmente, o seu primeiro kit de iluminação e encontrou um espaço para montar um estúdio.

O trabalho de nus de André Brito decorre em dois cenários: estúdio e exteriores. Em estúdio, o estilo varia entre movimentos e grafismos estáticos e simétricos, adoptando por norma poses sensuais, em tensão, retratando sempre um corpo feminino forte e poderoso. A pose e a iluminação são os dois ingredientes fundamentais que compõem a maior parte das suas imagens de estúdio, e um não funciona sem o outro.

O seu trabalho tem tido grande aceitação e reconhecimento, contando já com publicações em diversas revistas e livros nacionais e estrangeiros. André acredita que a internet é, actualmente, o canal de eleição para a divulgação de trabalhos fotográficos.

As comunidades online onde é possível publicar fotografias são, no seu entender, uma forma económica, acessível, prática e eficaz de divulgação. Aconselha, no entanto, a que se mostre “pouco e apenas o muito bom, o que realmente acreditamos ser uma excelente imagem.”

 Equipe OS NATURISTAS 

 

Associação Norte Americana de Naturismo lança aplicativo para Iphone

App mostrará as rotas para os locais onde é permitido a prática naturalista.
1

A associação norte-americana de naturistas anunciou o seu aplicativo para o iOS. O My Nude World, já está disponível na App Store e identifica quais são os locais indicados para se tirar a roupa em público.

O programa funciona através de geolocalização e mostra aos seus usuários quais são as opções mais próximas onde a prática do naturalismo é liberada. Ele é compatível com diversos países, indicando mais de 1500 destinos possíveis.

Ao escolher o local, o My Nude World traça a rota para o usuário chegar ao local desejado. O aplicativo custa US$ 6,99, e por enquanto será disponibilizado para os gadgets da Apple. Segundo os desenvolvedores, versões para BlackBerry e Android também serão lançadas.

Equipe OS NATURISTAS

 

Clube Naturista do Algarve

Desmistificando a Nudez 

1

 

Fundado a sete anos, e hoje tendo como diretora Mila Paiva, o CLUBE NATURISTA DO ALGARVE, é um espaço de boas-vindas aos naturistas portugueses e estrangeiros que queiram deixar-se encantar pelas maravilhas naturais da região Algarve.

O clube pretende com a ajuda de todos, promover e dignificar a filosofia naturista, o direito à escolha e a qualidade de vida que a comunhão com a natureza pode trazer, principalmente numa região tão maravilhosa como esta.

 

O Clube tem no seu site um fórum e um chat, para os seus associados. e edita uma revista trimestral de entrega gratuita aos sócios do CNA e é  também enviada a Federação e aos outros clubes e associações inscritas na FPN.

As reuniões e assembleias gerais, são realizadas em casa de sócios ou nos locais onde é realizado os encontros, como na Praia dos Pinheiros em Lagos onde o clube nasceu, que é considerada sua sede, o clube possui uma  agenda, com encontros mensais.

No mês de Julho Mila promoverá diversas atividades, por ser o mês de Aniversário do Clube.

Saiba mais em,

http://www.clubenaturistaalgarve.com/

Equipe OS NATURISTAS